Como surgiu o Veggie for All?

Muita gente me pergunta por que virei vegetariana.

Todos nós temos um propósito na vida. Eu encontrei o meu.

Algumas pessoas são vegetarianas por amor aos animais, outras pelo cuidado com o meio ambiente, outras por não concordarem com os abusos da indústria, outras pela preocupação com a saúde e outras pela combinação de todos esses fatores.

Eu sou vegetariana porque acredito em um mundo melhor.

Até pouco tempo, não tinha muita consciência com relação à minha alimentação. E acho que isso é muito comum.

Muitos amigos já me disseram que comem carne, mas não querem pensar de onde veio. Que comem presunto, mas não conseguem comer um porquinho quando ele está assado e exposto por inteiro, com uma maçã na boca.

Eu não me sinto bem em ser responsável pelo sofrimento de um animal para satisfazer um simples prazer em comer carne. E se você também não se sente confortável com essa ideia, talvez seja a hora de repensar a sua alimentação também.

Desde 2013, passei a pesquisar sobre alimentação, e aos poucos fui substituindo a carne por vegetais, leguminosas, cereais, etc., até que em junho de 2014 excluí definitivamente a carne do meu cardápio.

Ainda não consegui deixar de consumir ovos e derivados do leite. Para isso, é preciso disciplina (um dia ainda chego lá). Mas procuro dar preferência a alimentos orgânicos e ovos de galinha caipira, que são criadas livremente e recebem alimentação de produtos de origem vegetal.

As pessoas vivem me dizendo:

“Mas o que você come?”
“Você não sente vontade de comer carne?”
“Se eu tirar a carne do meu prato vai faltar alguma coisa.”
“Comida vegetariana é muito sem graça.”
“O ser humano precisa de carne. Está na nossa natureza.”

Então decidi criar o Veggie for all, um blog para mostrar que ser vegetariano pode ser simples, gostoso, saudável e feliz!

Aqui, dividirei com vocês um pouco da minha vida, o que eu como no meu dia a dia, o que eu tenho pesquisado sobre os alimentos e dicas para quem é vegetariano, para quem está pensando em ser ou simplesmente para quem apenas quer conhecer mais sobre o assunto.

Sejam muito bem-vindos.